domingo, 20 de setembro de 2015

Sete dias

Dentro de sete dias completo dois anos de experiência emigrante, dois anos de Canadá.
É também dentro de sete dias que, pela graça de Deus, abandono o ninho novamente e passo a viver num quarto alugado. 
Sete dias de antecipação, de surpresas, de crescimento. 
Sete dias para fechar um ciclo e começar outro.
Sete dias para pendurar nesta janela a minha gratidão por sete bênçãos recebidas das mãos de Deus.

Enquanto escrevo ouço a canção que a Cila pôs a tocar, e oro:

"Espírito, conduz-me para onde a minha confiança não tem fronteiras
Deixa-me andar sobre as águas, onde quer que me chamares.
Leva-me para onde não tenho pé
E minha fé será fortalecida na presença do meu Salvador"
"Não me lances fora da Tua presença", 
Continua a mostrar-me a Tua glória, como tens feito até aqui.
Obrigada por essa graça imerecida, por esse amor louco e incompreensível e arrebatador!
Obrigada.

1 comentário:

Mariajoao Barreiro disse...

É tão bom ler o que escreves...
comentário suspeito de uma mãe galinha... mas é verdade!